Incêndio na Cidade do Samba foi acidental

O incêndio que destruiu o barracão de três escolas - União da Ilha, Portela e Grande Rio - e o Museu do Samba, no início de fevereiro, começou no escritório da Liga das Escolas de Samba (Liesa), informa o laudo do Instituto de Criminalística Carlos Éboli. O documento aponta "causa acidental". De acordo com a Polícia Civil, o laudo descreve como causa mais provável "ação humana involuntária".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.