Reprodução/ Twitter/ @arthurvinicius_
Reprodução/ Twitter/ @arthurvinicius_

Incêndio em um prédio residencial na avenida 9 de Julho assusta moradores

Segundo o Corpo de Bombeiros, quatro vítimas foram atendidas por causa da inalação da fumaça

Jayanne Rodrigues, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2022 | 02h38

Um incêndio em um prêdio residencial da avenida 9 de Julho, na Bela Vista, mobilizou o Corpo de Bombeiros na madrugada desta quinta-feira, 9. Segundo informações da corporação, onze viaturam foram acionadas para a emergência. O incêndio foi extinto no final da madrugada.

Enquanto os bombeiros tentavam contralar o fogo, quatro vítimas que inalaram fumaça foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (SAMU). As informações iniciais apontam que as chamas atingiram um apartamento localizado no sexto andar do prédio. 

A circulação dos ônibus na área sofreu alteração durante a madrugada. De acordo com a SPTrans, a linha noturna N701/11 (Terminal Sto. Amaro – Terminal Parque D. Pedro II) foi desviada entre 1h25 e 3h40.

Por meio das redes sociais, moradores das áreas circunvizinhas registraram o instante em que a fumaça ganhou grandes proporções. No vídeo, é possível escutar o som de buzinas e os gritos de pedrestes que presenciavam a cena, em uma tentativa de alertar os demais residentes do prédio. A causa do incêndio ainda é desconhecida.

Episódios de incêndio na região central da capital, por sua vez, possuem um histórico de tragédia. Em maio de 2018, um edifício de 24 andares desabou no Largo do Paiçandu. Na época, mais de 300 pessoas em situação de vulnerabilidade residiam no local. Destas, 25% eram famílias estrangeiras. A Igreja Evangélica Luterana, localizada ao lado do prédio, teve 90% de sua estrutura destruída.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.