Lar São Vicente de Paulo
Lar São Vicente de Paulo

Incêndio mata idoso e intoxica funcionárias em asilo de Rio Preto

Enfermeiras foram medicadas e liberadas; cigarro aceso teria sido a causa do fogo no Lar São Vicente de Paulo

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2019 | 08h47

SOROCABA - Um incêndio causou a morte de um idoso de 63 anos e deixou duas enfermeiras intoxicadas pela fumaça, no fim da noite desta quarta-feira, 21, no Lar São Vicente de Paulo, em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Um cigarro aceso teria sido a causa das chamas.

A casa de repouso, no bairro Vila Maceno, abriga cerca de 50 idosos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo teve início no corredor externo do asilo e teria se iniciado em um sofá em que a vítima, João Batista Pereira de Carvalho, estava sentada.

Os funcionários da entidade se mobilizaram rapidamente para remover os demais internos para outras alas. Duas enfermeiras que inalaram fumaça tiveram de ser levadas para uma unidade de pronto-atendimento. Elas foram medicadas e liberadas.

As chamas foram controladas pelos bombeiros. O corpo da vítima foi retirado do local no início da madrugada desta quinta-feira, 22, e levado para o Instituto Médico Legal (IML).

A direção do asilo informou que as causas do incêndio serão objeto de apuração interna. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar a morte do idoso e espera o laudo da perícia para iniciar a investigação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.