Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Incêndio atinge área externa do Instituto do Coração, em São Paulo

Fogo começou por volta das 10h45 e já foi extinto; cerca de 25 pacientes foram transferidos de ala, mas não há relatos de feridos

Gilberto Amendola, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2019 | 11h28

SÃO PAULO - Um incêndio atingiu um sistema de resfriamento do Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas de São Paulo, na região da avenida Paulista, na manhã desta sexta-feira, 18. O fogo já foi extinto e não há relatos de feridos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo começou por volta das 10h45 em um motor de resfriamento do sistema de ar condicionado, localizado em uma torre externa do prédio. Por causa da fumaça, cerca de 25 pacientes que estavam no bloco 3 precisaram ser transferidos de ala. 

Doze viaturas e 40 homens do Corpo de Bombeiros atuaram no local. Quando os bombeiros chegaram, a brigada do hospital já havia controlado o incêndio. As chamas foram controladas em 15 minutos. 

O trânsito na região do hospital ficou travado. O cheiro e a fumaça assustou quem passava pela região. “Eu quase tive um treco. A fumaça era muito forte. E o cheiro de pneu queimado incomodou demais”, relata Laudicei Zacarias, 45 anos.

“Vim para um exame. Quando cheguei, tomei esse susto. Achei que o prédio inteiro iria pegar fogo”, contou o motorista Roque Bento, 50 anos.

Por meio de nota, o Incor informou estar atendendo pacientes normalmente. "Importante registrar que em outubro de 2018 foi realizado, com os bombeiros, simulado de gerenciamento de riscos, o que tornou mais ágeis e eficientes as operações de hoje", ressaltou.

 

 

Mais conteúdo sobre:
incêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.