Incêndio em Pinheiros deixa 3 intoxicados

Um incêndio em um prédio residencial deixou três moradores intoxicados e causou pânico em Pinheiros, na zona oeste, na tarde de ontem. Dois apartamentos foram atingidos e ficaram interditados.

BRUNO RIBEIRO, GHEISA LESSA, O Estado de S.Paulo

24 Julho 2012 | 03h04

Ao todo, 14 equipes do Corpo de Bombeiros foram chamadas para conter as chamas. A Rua Simão Álvares, onde fica o edifício, foi interditada das 13h30 às 15h30 e atraiu vários curiosos.

O calor do fogo estourou parte das vidraças do 12.º andar do prédio e a fumaça cobriu os três andares superiores da torre, que tem 15 pavimentos. Os dois apartamentos atingidos pelas chamas ficaram totalmente destruídos. Todos os moradores foram retirados do prédio durante o combate às chamas. As três pessoas que precisaram de socorro por causa da fumaça foram atendidas no local.

A principal hipótese levantada por bombeiros para o incêndio é a explosão de uma panela de pressão esquecida no fogão do apartamento. Mas isso só será confirmado após perícia.

Depois que bombeiros terminaram o rescaldo, agentes da Defesa Civil fizeram vistoria no prédio e recomendaram à Subprefeitura de Pinheiros a interdição dos dois apartamentos. Donos terão de fazer reformas e solicitar nova vistoria, o que ainda não tem data para acontecer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.