Incêndio em indústria química fecha Régis

Um incêndio de grandes proporções atingiu na noite de ontem uma empresa de produtos químicos em Embu das Artes, município da Grande São Paulo, e interditou parcialmente a Rodovia Régis Bittencourt (BR-101), na altura do km 278, no sentido São Paulo. Na direção contrária, houve lentidão de pelo menos dois quilômetros, por causa dos curiosos.

Carolina Spillari, O Estado de S.Paulo

30 Julho 2011 | 00h00

Segundo o Corpo de Bombeiros, que mandou 20 viaturas e pelo menos 70 homens ao local, o fogo ainda poderá demorar dias para ser extinto. Isso porque em temperaturas acima de 1.000°C, como é o caso, não há como chegar rapidamente à base do incêndio.

Cinco barris de álcool pegaram fogo provocando labaredas de pelo menos 20 metros de altura. Esse fogo se alastrou por meio de um córrego que fica na frente da empresa e passa por baixo da Régis Bittencourt. Dessa forma, espalhou-se material combustível por um bairro residencial.

O fogo na Estrada São Judas, no Parque Esplanada, começou às 20h13 de ontem. Segundo os bombeiros, um tanque com 900 mil litros de álcool explodiu. Outro de solvente também foi atingido. As causas ainda deverão ser investigadas.

A moradora Nilzete Souza, que vive a alguns metros da fábrica, contou que ela e outros vizinhos ouviram uma grande explosão e logo depois começou o fogo.

Houve pânico e terror no bairro Jardim Minas. Havia crianças assustadas na rua e o fogo saía pelo esgoto. Alguns familiares de trabalhadores da indústria química reclamaram não ter notícias dos parentes. / COLABOROU DENIZE GUEDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.