Incêndio em favela deixa ao menos 300 moradores desabrigados em SP

Chamas atingiram cerca de 60 barracos da favela Vila Praia, na Vila Andrade, zona sul; causas do incêndio serão investigadas

Priscila Trindade, do estadão.com.br

01 de junho de 2010 | 19h42

 

SÃO PAULO - Pelo menos 300 pessoas ficaram desabrigadas devido ao incêndio que atingiu a favela Vila Praia, na Vila Andrade, na zona sul de São Paulo, na tarde desta terça-feira, 1.

 

A Defesa Civil municipal estima que, no mínimo, 60 barracos foram destruídos. As chamas destruíram cerca de 500 metros quadrados da comunidade que ocupa uma área de aproximadamente 2 mil m².

 

Equipes do órgão estão no local, na Rua Maximino Maciel, na altura do número 10, mas ainda não conseguiram avaliar a real situação da favela em por que o Corpo de Bombeiros ainda combate pequenos focos de incêndio.

 

De acordo com a corporação, as chamas tiveram início às 15 horas e foram controladas uma hora depois. Desde então, é feito o rescaldo. Dezessete viaturas foram enviadas para atender a ocorrência. Não há informação sobre feridos. As causas do incêndio serão investigadas.

 

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o trânsito na Rua Doutor Luiz Migliano flui por uma faixa entre as ruas José de Andrade Figueira e Marechal Hastinfilo de Moura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.