Incêndio em confecção de roupas na Rua do Hipódromo, no Brás, mata 2 crianças

TRAGÉDIA

, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2010 | 00h00

Por volta das 21h de sexta-feira, um incêndio em um prédio na Rua do Hipódromo, no Brás, região central da cidade, provocou a morte das irmãs Wilma Hebellin, de 4 anos, e Bianca Flores Cruz, de 1 ano e 8 meses. Nos fundos do local funcionava uma confecção de roupas e, na frente, onde estavam as meninas, ficava o alojamento dos funcionários. O fogo começou na parte superior do prédio, que ficou destruído e teve desabamento do forro e telhado. Imigrantes bolivianos que trabalham como costureiros, os pais das crianças, Máximo Flores, de 49 anos, e Virgínia Cruz, de 40, contaram à polícia que ouviram gritos no alojamento, mas não conseguiram salvar as filhas. O casal e outros empregados conseguiram escapar por uma escada que dava para a rua e por uma abertura na parede, com saída para uma construção vizinha. Os sobreviventes, que ficaram desabrigados, foram encaminhados temporariamente à sede da Associação Beneficente Casa do Povo. A Polícia Militar investiga as causas do incêndio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.