Incêndio destrói oito Land Rovers em pátio de loja na Marginal Pinheiros

Segundo os bombeiros, um segurança da concessionária viu três jovens atirarem suposto coquetel molotov em direção aos carros; hidrante não funcionou e causou dificuldades para apagar o fogo

Bruno Lupion, do estadão.com.br

18 de junho de 2010 | 08h04

 

SÃO PAULO - Um incêndio destruiu oito veículos Land Rover estacionados no pátio de uma concessionária localizada no sentido Castello Branco da Marginal Pinheiros, após a Ponte Eusébio Matoso, zona oeste da capital, na madrugada desta sexta-feira, 18.

 

Segundo informações dos bombeiros, o segurança do estabelecimento viu três jovens atirarem algo - supostamente um coquetel molotov - em direção aos carros e fugirem em um veículo branco, por volta da 1h30.

 

O capô de um Range Rover, cujo modelo mais barato custa R$ 230.000,00, começou a pegar fogo e o vigia tentou controlar as chamas com dois extintores de pó químico, sem sucesso. Em seguida o funcionário recorreu ao hidrante de incêndio, mas o aparelho estava sem água. O fogo se alastrou e, quando os bombeiros chegaram, oito veículos já haviam sido atingidos.

 

O tenente Palumbo, dos bombeiros, criticou a falta de funcionamento do hidrante da concessionária. "O vigia provavelmente conseguiria controlar o incêndio e os danos teriam sido menores se o aparelho estivesse operando", afirmou após o fim do rescaldo. Ninguém se feriu e o caso foi registrado no 14º DP (Pinheiros).

 

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioMarginal PinheirosLand Rover

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.