Incêndio destrói galpão de empresa de logística em Alphaville

Queda de um balão pode ter causado as chamas, que começaram no telhado nos fundos do armazém

Andressa Zanandrea, do Jornal da Tarde,

12 de setembro de 2007 | 06h54

Um incêndio destruiu o galpão de uma operadora de logística de produtos médico-hospitalares, a Bomi Brasil, em Alphaville, no município de Barueri, na Grande São Paulo, durante a madrugada desta quarta-feira. Os 26 funcionários que trabalhavam na empresa saíram quando perceberam o fogo e ninguém ficou ferido. A queda de um balão pode ter causado as chamas, que começaram no telhado nos fundos do armazém. O fogo começou por volta das 23 horas de terça-feira e as chamas atingiram dez metros de altura. O alarme de incêndio foi acionado e a brigada da empresa começou o combate imediatamente. Duas horas e meia depois, ainda havia muito fogo no local. Aconteceram três explosões, segundo o coronel Araribóia Delecrodio, comandante do 18º Grupamento de Bombeiros. Ao todo, 100 homens do Corpo de Bombeiros - em 20 viaturas de Barueri, Osasco, Cotia e São Paulo - trabalharam no combate às chamas no galpão, localizado na Avenida Tamboré. Caminhões-pipa dos residenciais ajudaram no reabastecimento das viaturas. "Havia muito papelão, pallets de madeira e material estocado e, por isso, o incêndio se propagou rapidamente. Pode ter sido balão, curto-circuito ou aquecimento de fios", disse o coronel. Ainda não é possível calcular o prejuízo, mas o material estocado tinha seguro, de acordo com o diretor-geral da empresa, Paulo Roberto Espírito Santo. "Havia produtos em câmaras frias e em área que não pegou fogo." A empresa, que terceiriza armazenagem e transporte de produtos médico-hospitalares, possui outras duas unidades no município, para onde os trabalhos realizados no galpão queimado e, conseqüentemente, os funcionários, seriam transferidos.

Tudo o que sabemos sobre:
IncêndioAlphavillegalpão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.