Reprodução TV
Reprodução TV

Incêndio destrói ao menos 100 moradias em favela na zona oeste de São Paulo

Segundo a Defesa Civil, aproximadamente 400 pessoas foram atingidas pelo incêndio e as famílias recebem assistência

Ricardo Valota - O Estado de S.Paulo,

27 Julho 2012 | 05h54

Atualizado às 7h30

São Paulo, 27 - Pelo menos 100 moradias das 320 que existem na Favela da Vila Humaitá, na zona oeste de São Paulo, foram destruídas por um incêndio no começo da manhã desta sexta-feira. Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo teve início às 4h na comunidade próxima da Avenida Engenheiro Roberto Zuccolo, na região da Vila Leopoldina, perto do Cebolão, no encontro entre as marginais Pinheiros e Tietê.

De acordo com os bombeiros, 20 equipes trabalharam no local e, apesar do tamanho do incêndio, ninguém ficou ferido. A operação de rescaldo foi iniciada às 6h.

Moradores com casas mais distantes do local onde as chamas começaram foram alertados a tempo de remover botijões de gás, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, que trabalharam com até 20 equipes no local, o incêndio formou labaredas altas que atingiram uma grande extensão da comunidade, edificada ao lado de um córrego, próximo ao Cebolão, no encontro entre as duas marginais, do Tietê e do Pinheiros.

Segundo o tenente Paulo Henrique do Corpo de Bombeiros, "a informação que nos chegou é que um morador chegou em casa por volta de 3h45 e o fogo começou quando ele usou o fogão".

Segundo a Defesa Civil, aproximadamente 400 pessoas foram atingidas pelo incêndio e as famílias recebem assistência.

 

Mais conteúdo sobre:
Incêndio favela Cebolão Bombeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.