Incêndio deixa 4 feridos e destrói 63 barracos na Vila Prudente

Quase 300 pessoas foram afetadas pelo incêndio e foram levadas para abrigos ou estão em casas de parentes

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

12 Janeiro 2009 | 16h45

Quatro pessoas ficaram feridas e 63 barracos foram destruídos após um incêndio na Favela da Vila Prudente, na zona leste de São Paulo, na noite de domingo, 11. As vítimas foram encaminhadas com ferimentos leves aos hospitais João XXIII, Ipiranga e Vila Alpina.   De acordo com balanço divulgado na tarde desta segunda-feira, 12, pela subprefeitura do bairro, ao todo, 294 moradores - 80 crianças, 32 adolescentes e 182 adultos - foram prejudicados e seguiram para abrigos como igrejas, Associação de Moradores da Rua Dianópolis e residências de familiares.   Segundo a subprefeitura, equipes da Defesa Civil, de engenheiros, agentes vistores, e agentes de Assistência Social foram deslocadas para efetuar o cadastramento social, a demolição das edificações comprometidas e a vistoria dos engenheiros para verificação da estabilidade de outras construções próximas à área do incêndio.   Os trabalhos resultaram no cadastramento de 79 famílias afetadas, na interdição de três imóveis e na entrega de senha a outras três famílias, que não compareceram para prosseguimento.   Ainda segundo a subprefeitura, contrariando ao previsto, não haverá necessidade de abrigo por parte da Prefeitura de São Paulo, pois todos os afetados têm soluções próprias de acomodação. A Secretaria de Habitação está verificando a situação atual, mediante a entrega de títulos fundiários, já realizada anteriormente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.