GCM Limeira
GCM Limeira

Incêndio atinge telhado de estação ferroviária e acervo de museu em Limeira

Prédio foi invadido e há suspeita de que o incêndio tenha sido criminoso. A estação da Companhia Paulista de Estradas de Ferro foi inaugurada em 1876

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

27 Novembro 2018 | 00h58

SOROCABA - Um incêndio destruiu parcialmente o telhado da estação ferroviária e atingiu a reserva técnica do Museu Histórico e Pedagógico Major José Levy Sobrinho, nesta segunda-feira, 26, em Limeira, interior de São Paulo. O fogo teve início durante a madrugada e foi controlado pelo Corpo de Bombeiros.

Conforme a Guarda Civil Municipal, o prédio foi invadido e há suspeita de que o incêndio tenha sido criminoso. A estação da Companhia Paulista de Estradas de Ferro foi inaugurada em 1876, mas passou por reformas que alteraram a estrutura original em 1912.

O fogo começou numa cozinha e atingiu uma parte do acervo do museu que estava guardada no local. As chamas se alastraram pelo madeiramento do telhado, que desabou parcialmente. De acordo com a prefeitura, o acervo principal do museu, com documentos e objetos sobre a história da cidade, está em outro prédio e não foi atingido.

O fogo destruiu material que estava separado para ser descartado, inclusive mobiliário escolar infestado por cupins. O galpão mais atingido pelas chamas foi interditado pela Defesa Civil.

A guarda informou que os invasores cortaram uma grade metálica para invadir a estação. A porta que dá acesso à cozinha foi arrombada. Uma checagem inicial feita pela prefeitura não constatou furto de peças do acervo, mas um inventário mais preciso ainda será realizado. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o incêndio.

O galpão atingido pelo fogo faz parte do conjunto da estação, que pertenceu à Ferrovia Paulista S/A (Fepasa). O último trem de passageiros parou no local em 2001. A prefeitura obteve a posse do imóvel em 2009.

Mais conteúdo sobre:
Limeira [SP]incêndiomuseu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.