Luciano Claudino/Código 19
Luciano Claudino/Código 19

Incêndio atinge indústria farmacêutica em Hortolândia

Havia funcionários e visitantes, inclusive cerca de 30 crianças, na indústria quando o fogo começou; ninguém ficou ferido

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2018 | 17h20

SOROCABA – Um incêndio de grandes proporções atingia as instalações da indústria de medicamentos EMS, na tarde deste sábado, 20, em Hortolândia, no interior de São Paulo.

As chamas e as colunas de fumaça na fábrica, instalada na marginal da rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), podiam ser vistas à distância. Havia funcionários e visitantes, inclusive cerca de 30 crianças, na indústria quando o fogo começou. Todos foram retirados a tempo, sem ferimentos, segundo os bombeiros.

Imóveis vizinhos foram evacuados devido ao risco de serem atingidos pelas chamas. Bombeiros de Campinas, Hortolândia e Monte Mor atuavam no combate ao fogo.

A indústria, fundada há 50 anos, é uma das maiores do setor farmacêutico no Brasil e estava em operação quando o fogo começou. Conforme a direção da empresa, as chamas tiveram início no almoxarifado, onde são montadas embalagens para o transporte de medicamentos.

Rapidamente, o fogo se alastrou e, até a chegada dos bombeiros, foi combatido pela brigada de incêndio da unidade. Moradores relataram terem ouvido explosões. A rodovia que liga Campinas a Monte Mor precisou ser interditada para o trabalho dos bombeiros e por motivos de segurança, segundo a Polícia Militar.

Até as 16h30, o combate ao incêndio prosseguia e as chamas tinham perdido intensidade. Em nota, a EMS informou que o incêndio teve início por volta das 11h30 e atingiu uma área de seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento, além do almoxarifado. “O Corpo de Bombeiros chegou ao local rapidamente e ainda está trabalhando no combate às chamas.

A Brigada de Emergência funcionou imediatamente, evacuando todos os espaços, onde havia cerca de 80 colaboradores. Não há feridos. As causas estão sendo investigadas”, afirma a nota. Ainda não havia estimativa dos prejuízos.

Tudo o que sabemos sobre:
EMSHortolândia [SP]incêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.