Inaugurado nesta terça, túnel do Itaquera tem tráfego liberado

Via de três faixas na região leste busca separar o trânsito local da principal via da região do trânsito de passagem pelo bairro

Laura Maia de Castro, O Estado de S. Paulo

29 Abril 2014 | 11h52

 SÃO PAULO - O tráfego no túnel do Complexo Viário Polo Itaquera, uma passagem inferior da Radial Leste em frente à Estação Corinthians-Itaquera do Metrô e da CPTM, foi liberado aos carros na manhã desta terça-feira, 29. Trata-se de uma via expressa de três faixas de rolamento que tem como objetivo separar o trânsito local da principal via da região do trânsito de passagem pelo bairro. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito Fernando Haddad (PT) estiveram presentes no local, antes da liberação das pistas sentido bairro.

"Cerca de 85% do tráfego é de quem passa pela Radial Leste e não de trânsito local. Com o túnel agora, as pessoas vão direto. Ganha quem está na Radial Leste, que passa direto pelo túnel sem interrupção, e ganha o trânsito local que será feito por cima", disse Alckmin.

Segundo prefeito Fernando Haddad, com a entrega do túnel e de outras obras do complexo viário ao longo do mês de maio, as obrigações para a Copa serão cumpridas."Todas as obrigações assumidas pelo Estado e pela Prefeitura foram honrados para a Copa do Mundo. Não só em relação ao estádio, mas também em relação ao legado. O conjunto de obras que estão sendo realizadas e entregues vão significar uma mobilidade muito melhor para zona leste e também oportunidade de emprego e renda", disse o prefeito.

De acordo com o governo, mais três obras serão entregues ao longo de maio. A nova avenida no sentido norte-sul, que interliga as Avenidas José Pinheiro Borges e Radial Leste à Avenida Itaquera, o conjunto de viadutos sobrepondo os trilhos do Metrô, CPTM e Radial Leste, que permitirá a ligação da porção norte à sul do bairro e a nova avenida ligando as avenidas Itaquera e Miguel Inácio Curi, para facilitar o acesso da Radial Leste e da estação Corinthians-Itaquera a partir das avenidas Itaquera e Líder.

As obras do Complexo Viário Polo Itaquera foram gerenciadas pela Desenvolvimento Rodoviário S/A (DERSA) e viabilizadas por um convênio entre Estado e Prefeitura. Segundo o governo, foram gastos $397,9 milhões por parte do Estado e R$ 150,6 milhões pela Prefeitura, totalizando R$548,5 milhões.

Alças. A previsão de entrega das duas alças de acesso da Avenida Jacu-Pêssego à Radial Leste, na zona leste, passou para setembro. Segundo Haddad, o atraso na entrega da obra, que estava prevista para março deste ano, foi por causa de um problema de desapropriações na região.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.