IML identifica oito corpos de vítimas do acidente da TAM

O Instituto Médico-Legal de São Paulo já identificou oito corpos de vítimas do acidente com o Airbus A320 da TAM. Ao todo, o instituto de Pinheiros já recebeu 112 corpos até às 12h40. A Polícia fez uma levantamento durante a madrugada de vítimas que foram levadas para hospitais. Há desde pessoas com ferimentos leves até quem morreu no hospital, caso da auxiliar administrativa Michele Dias Miranda, de 24 anos, que trabalhava no prédio da TAM Express. Michele se atirou da janela de um dos andares do prédio e foi levada para o Hospital Dante Pazzanese. Segundo o delegado Aldo Galiano Junior, diretor da Polícia Judiciária da Capital, a polícia vai ouvir os depoimentos de funcionários da TAM, familiares de vítimas e algumas pessoas que se feriram de maneira leve no acidente. A polícia já recebeu as fichas dentárias de 20 passageiros do vôo 3054. "Há ainda cerca de 50 corpos a caminho do IML já resgatados pelos bombeiros", afirmou Galiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.