Ilhabela: taxa ambiental sobe para R$ 6,25

A poucos dias do início da temporada de verão, a prefeitura de Ilhabela, no litoral norte paulista, anunciou ontem o reajuste da Taxa de Preservação Ambiental (TPA), cobrada de veículos com placas de outros municípios na saída da cidade. A partir de sábado, a taxa passará de R$ 5 para R$ 6,25 para veículos comuns.

REGINALDO PUPO , ESPECIAL PARA O ESTADO, ILHABELA, O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2012 | 02h03

O reajuste foi calculado com base no Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M). Criada por meio de lei municipal em 2008 para instituir um fundo e compensar danos ao ambiente causados pelo excesso de veículos na ilha, a taxa ainda é alvo de críticas de turistas.

"Acho um absurdo ter de pagar para entrar e também para sair", disse a comissária de bordo paulistana Ana Paula Antunes Schiavi, de 28 anos, que ontem aguardava com o marido na fila para embarcar na balsa para Ilhabela. "Já pesa no bolso pagar R$ 21,20 aos fins de semana para entrar em Ilhabela e agora mais R$ 6,25 para sair. Uma hora, será impraticável atravessar de carro", disse o marido de Ana Paula, Marcelo Schiavi, de 35.

O apelo ambiental da taxa, porém, tem seus defensores. A programadora Flaviana de Moraes, de 23 anos, de Pindamonhangaba, vai uma vez por semana a Ilhabela e diz que a cobrança é válida. "Se de fato os valores arrecadados são direcionados ao meio ambiente da ilha, sou favorável. Só que isso precisa ser mais bem divulgado, pois não sabemos para onde vai esse dinheiro."

Até novembro, quase R$ 1 milhão foram arrecadados com a taxa. Segundo a prefeitura, os valores da TPA são depositados na conta do Fundo Municipal do Meio Ambiente e investidos obrigatoriamente em projetos ambientais, aquisição de veículos para operações ligadas ao ambiente e custeio do sistema operacional e destinação do lixo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.