Reprodução Google Street View
Reprodução Google Street View

Idoso leva dinheiro para falso religioso benzer e perde R$ 30 mil em Sorocaba

Aposentado contou à polícia que economizava para o restante da velhice e para ajudar no tratamento de saúde da esposa doente

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

30 Agosto 2017 | 12h12

SOROCABA - A polícia procura dois falsos religiosos que foram à casa de um aposentado de 79 anos e, com o pretexto de benzer seu dinheiro para dar sorte, fugiram levando R$ 30 mil, em Sorocaba, interior de São Paulo. 

O dinheiro era a economia de uma vida do idoso e estava guardado para que não dependesse dos familiares durante a velhice.

O crime aconteceu na segunda-feira, 28, mas a polícia já tem pistas dos suspeitos. Eles podem ter dado golpes semelhantes em outras cidades da região.

O idoso, que pediu para não ser identificado, estava a caminho de um mercado quando foi abordado por um homem que se disse espiritualista e via nele uma pessoa "carregada" pelos olhares de inveja. 

Conforme relato da vítima, ao pegar em sua mão, o homem disse a idade dele, o número de cirurgias que havia feito e outros dados da vida pessoal do idoso. Com isso, o convenceu de que ele precisava ser benzido e se dispôs a levá-lo de carro até a casa de um suposto líder espiritual.

No local, o comparsa benzeu o ancião e disse que o problema estava em sua casa. O idoso acabou concordando em levar a dupla até sua residência. Câmeras instaladas na rua mostram quando o carro parou na frente do imóvel e o aposentado desceu acompanhado do falso religioso. 

Depois de orar num dos cômodos, o golpista contou ter tido uma "visão" de que havia um pacote de dinheiro em casa e que precisava benzê-lo, pois seria a fonte dos infortúnios do homem.

O aposentado acabou entregando a caixa onde guardava suas economias. Os maços de dinheiro estavam dentro de uma Bíblia Sagrada.

O estelionatário estendeu um lenço sobre o dinheiro, benzeu e pediu que o idoso fosse ao banheiro e se limpasse com ele. Quando voltou com o lenço na mão, o vigarista tinha desaparecido com o dinheiro. 

À polícia, o aposentado contou que economizava para o restante da velhice e para ajudar no tratamento de saúde da esposa doente. Ele se disse envergonhado e humilhado por ter caído no golpe. 

Nas imagens da câmera, a polícia identificou o veículo usado pelos criminosos, com placas de Limeira, e está à procura dos golpistas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.