Idosa receberá indenização de empresa de ônibus após quebrar tornozelo

Viação Ouro Verde deverá pagar R$ 10 mil à senhora por danos morais e R$ 1,9 mil por danos materiais

Marcela Bourroul Gonsalves, estadão.com.br

15 de agosto de 2011 | 18h42

SÃO PAULO - O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou a empresa Viação Ouro Verde, que atua na região de Campinas, a pagar R$ 10 mil de indenização a uma idosa por danos morais e R$ 1,9 mil por danos materiais.

 

Em 2007, a senhora entrou em um ônibus da empresa pela porta traseira mas, antes mesmo de se sentar, o motorista saiu em velocidade com o veículo e logo depois freou bruscamente ao passar por uma lombada. A freada causou a queda da idosa, que fraturou o tornozelo.

 

De acordo com o relator do processo, desembargador Francisco Giaquinto, o sofrimento gerado pelo acidente justificaria a indenização por dano moral. A empresa também deverá pagar, a título de indenização por danos materiais, os medicamentos e transporte para a recuperação em sessões de fisioterapia e exames médicos da mulher.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.