Idosa é suspeita de matar irmã esganada no interior de São Paulo

Ela teria confessado assassinado a uma vizinha, mas negou na delegacia

João Paulo Carvalho - estadão.com.br,

03 de agosto de 2011 | 13h33

SÃO PAULO - Uma idosa de 72 anos pode ter sido esganada pela própria irmã, de 75, na cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, na manhã de terça-feira. Segundo a Polícia Civil, que investiga o caso, a mulher aparenta ter problemas psicológicos.

 

Uma vizinha das duas senhoras disse à polícia que a idosa confessou ter matado a irmã com as próprias mãos. Na delegacia, no entanto, a idosa negou o assassinato e disse aos policias que não acreditava que a irmã estava morta.

 

A polícia aguarda a liberação dos laudos periciais nesta quarta-feira, 3, para determinar as causas da morte. Segundo informações do delegado Emerson Gardenal, a vítima apresentava sinais de unhas no pescoço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.