Idosa é baleada por assaltantes na porta de condomínio em Praia Grande

Meia hora depois, ainda em Praia Grande, um Pm matou a ex-esposa e cometeu suidício

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

29 Outubro 2011 | 02h33

SÃO PAULO - Uma senhora de 62 anos, identificada como Rosa Eliza Gonçalves Trindade, foi baleada no rosto, próximo à boca, por volta das 23h30 de sexta-feira, 28, na entrada de um condomínio de casas localizado na Rua Francisco de Assis, no bairro Caiçara, em Praia Grande, litoral sul paulista.

 

Segundo a Polícia Militar, a vítima teria sido abordada por assaltantes e, quando foi resgatada por uma viatura dos bombeiros, estava caída junto ao portão e dentro do condomínio. Levada para o pronto-socorro Quietude, a vítima foi transferida, consciente, para a Santa Casa (Hospital Irmã Dulce), onde passa bem. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande.

 

Passional. No início da madrugada deste sábado, 29, um soldado da Polícia Militar matou, com oito tiros, a ex-esposa e, na sequência cometeu suicídio, durante uma discussão com a vítima numa das casas da Rua Engenheiro Antonio Lotufo, no bairro Tude Bastos, também em Praia Grande. Segundo a PM, o soldado era lotado na capital paulista. O homicídio seguido de suicídio foi registrado na mesma delegacia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.