Identificação é discutida desde 2007

Um projeto de lei que tramita na Câmara Municipal desde 2007, quando foi aprovado em primeira discussão pelos vereadores, determina que cada árvore de São Paulo deve receber uma placa com os dados da espécie. Seriam informados o nome científico, o nome popular, a origem da espécie (se nativa ou exótica) e a data de plantio. Passados cinco anos, a proposta do vereador e futuro secretário do Verde e do Meio Ambiente, Roberto Trípoli (PV), não saiu do papel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.