Ideal seria fazer o pedido a distância

Análise: Leonel Rossi Júnior

É DIRETOR DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS , DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AGÊNCIAS DE VIAGENS, O Estado de S.Paulo

10 Abril 2012 | 03h04

Os novos consulados poderão incrementar ainda mais a quantidade de viagens dos brasileiros para os Estados Unidos. Se antes as pessoas do Sul e de Minas Gerais pensavam duas vezes antes de viajar para cidades americanas agora vão pensar só uma. As agências de viagens, que vendiam pacotes "alternativos" para a Europa e outros destinos que não exigem visto, agora poderão vender sem receio pacotes para os Estados Unidos.

Mas ainda não é o ideal. Bom seria se, naquelas cidades onde não há consulado, os moradores pudessem pedir visto a distância. Com a tecnologia, é possível enviar qualquer documentação para qualquer lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.