Hóspede de hostels gasta R$ 573 em média, diz pesquisa

Boa parte dos turistas que se hospedaram nos 23 hostels de São Paulo de janeiro a junho deste ano era homem (54,3%), passou entre três e quatro noites na cidade e gastou, em média, R$ 573. Os dados são de pesquisa da SPTuris sobre o setor hoteleiro da capital, que pela primeira vez traz um perfil dos hóspedes de hostels - o levantamento, semestral, é feito desde 2009.

, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2011 | 00h00

Os dados mostram ainda que 46,1% dos mochileiros eram estrangeiros e a maioria veio de países de língua inglesa. O principal motivo da visita à cidade foi lazer (36,2%), seguido pela participação em eventos (21%) e estudos (17,7%). A diária média dos hostels paulistanos é de R$ 43.

No geral, o setor hoteleiro registrou 69,3% de ocupação média no primeiro semestre, a maior desde 2005. Nos hostels, ela foi de 66,21%. Já o perfil dos hóspedes dos 410 hotéis da capital mostra que 65,3% são homens e a maioria (71,2%) esteve na cidade a negócios ou em eventos. O gasto médio deles foi de R$ 1.263 e a estada durou três noites em geral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.