Horário de verão termina à meia-noite deste sábado

Relógio deve voltar para 23h; quem pretende viajar à noite deve ficar atento para os horários de chegada e partida dos voos e de ônibus

Tiago Dantas, O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2013 | 02h02

À meia-noite de hoje, os relógios devem ser atrasados em uma hora. Após 119 dias em vigor, o horário de verão termina em 11 Estados e no Distrito Federal. A medida provocou a redução de 4,5% no consumo de energia no horário de pico em todo o País, segundo o governo federal. Quem pretende utilizar aviões ou o serviço de transporte público entre hoje e amanhã deve ficar atento à mudança no horário.

A diminuição na demanda por eletricidade no horário de pico foi de cerca de 2.477 megawatts (MW), ou 4,5% do consumo do País, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Ano passado, quando o horário de verão durou duas semanas a mais, a redução no consumo foi de 2.555 MW. Ainda segundo o ONS, como as usinas termelétricas estavam em pleno funcionamento, a medida contribui para recuperar os reservatórios de água das hidrelétricas.

O governo calcula que cerca de R$ 200 milhões deixaram de ser gastos no período, de acordo com nota divulgada pelo ONS.

Quem pretende viajar à noite deve ficar atento para os horários de chegada e partida dos voos e ônibus, principalmente se forem para um Estado que não aderiu ao horário de verão - e que, portanto, não terá nenhuma mudança nas horas. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) recomenda que, antes de embarcar, o passageiro ligue para a companhia aérea confirmando o horário do voo.

Nos terminais rodoviários Tietê, Barra Funda e Jabaquara as saídas de ônibus serão paralisadas por uma hora a partir da meia-noite, segundo a Socicam, responsável por administrar as unidades. Os veículos com partidas programadas até as 23h59 (no horário de verão) sairão normalmente. No minuto seguinte os serviços serão paralisados e voltarão a funcionar uma hora depois, quando for 0h01 de domingo - já no horário normal.

O transporte público da capital também sofrerá alterações. Na prática, Metrô e Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) trabalharão uma hora a mais. O embarque será feito até a 1h do horário de domingo - 2h, caso o horário de verão ainda estivesse em vigor. Amanhã, as estações da CPTM abrem novamente às 4h, enquanto as do Metrô abrem às 4h40.

O funcionamento das linhas de ônibus municipais vai seguir a mesma lógica. Os coletivos da capital vão circular, na prática, uma hora a mais hoje - até 0h ou 0h30 do horário comum, de acordo com a SPTrans.

Tudo o que sabemos sobre:
Horário de VerãoEnergia Elétrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.