Hopi Hari confirma que ficará fechado 10 dias para perícias em brinquedos

Acordo foi firmado com o Ministério Público após acidente que matou adolescente de 14 anos no local

Estadão.com.br,

01 Março 2012 | 20h28

SÃO PAULO - O Hopi Hari informa que firmou um acordo com o Ministério Público Estadual e ficará fechado por 10 dias a partir desta sexta-feira, 2, para a realização de perícias em todos os brinquedos potencialmente perigosos do local.

Nesta tarde, o assunto era discutido entre a promotora Ana Beatriz Sampaio Silva Vieira e a direção do parque. Em nota, o Hopi Hari disse que está "cooperando irrestritamente com todos os questionamentos relativos ao caso".

Na última sexta-feira, 24, a adolescente Gabriella Nichimura, de 14 anos, morreu após cair do brinquedo La Tour Eiffel. De acordo com as investigações, a cadeira em que ela se sentou estava fora de uso e sem o cinto de proteção.

No comunicado, o parque de diversões afirmou ainda "o seu total interesse na elucidação do caso, bem como seu compromisso com a segurança de todos os visitantes".

Mais conteúdo sobre:
Hopi Hari acidente parque brinquedo Vinhedo SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.