Homicida foragido de presídio é recapturado em SP

Manão assassinou o delegado assistente do GOE, Luciano Heitor Beiguelman, em fevereiro de 2000

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

09 de abril de 2008 | 03h52

Condenado a 39 anos de prisão, o assaltante e homicida Carlos Fernando Manão, de 34 anos, foi detido no final da tarde de terça-feira, 8, na zona norte da capital, por agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE). Ele era procurado desde 2004 quando fugiu do presídio Adriano Marrey, em Guarulhos, Grande São Paulo. Acusado de matar em fevereiro de 2000 o delegado assistente do GOE, Luciano Heitor Beiguelman, de 31 anos, Fernando foi recapturado ao volante de um veículo, no Jardim Tremembé, ao lado da mulher e dos dois filhos. Segundo os policiais, ele portava documentos falsos e foi encaminhado ao 02º Distrito Policial, do Bom Retiro, região central da cidade. Assassinato Em fevereiro de 2000, o delegado Luciano Heitor foi perseguido por três assaltantes e assassinado com 11 tiros, de pistola 9mm e metralhadora. A vítima foi abordada pelos criminosos na Rua Tabapuã, no Itaim Bibi, zona sul da capital. Um dos criminosos, Carlos Fernando, que na época já era condenado a 5 anos e 4 meses de prisão por assalto, foi preso porque esqueceu seu celular dentro do Santana que usava. Com o telefone da casa do pai do acusado na memória do celular, os policiais do GOE localizaram Manão na residência dos tios, em Vila Mazzei, zona norte de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
foragidohomicídioSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.