Paulo Rocha
Paulo Rocha

Homens encapuzados incendeiam carro e explodem agência bancária em São Miguel Arcanjo

Explosões destruíram o prédio e afetaram imóveis vizinhos; houve pânico, mas ninguém ficou ferido

José Maria Tomazela , O Estado de S.Paulo

15 Setembro 2018 | 11h52

SOROCABA - Ao menos 12 homens encapuzados usaram explosivos para arrombar dois caixas eletrônicos de uma agência do banco Santander, por volta das 4 horas deste sábado, 15, em São Miguel Arcanjo, interior de São Paulo. As explosões destruíram o prédio e afetaram imóveis vizinhos. Os criminosos, armados com fuzis, fizeram disparos para amedrontar um grupo de jovens que estava na Praça Tenente Urias, a principal da cidade, onde fica a agência. Conforme a Polícia Civil, houve pânico, mas ninguém ficou ferido.

Segundo o relato de testemunhas, houve ao menos quatro explosões, uma delas para arrombar a porta de acesso ao cofre, que fica no subsolo. Os criminosos não conseguiram, porém, abrir o cofre. A força das explosões destruiu a agência e lançou estilhaços para o meio da rua. Prédios vizinhos e carros estacionados na praça tiveram vidros quebrados. Os criminosos fugiram levando o dinheiro dos caixas, mas a quantia não foi divulgada.

Na fuga, os bandidos fizeram disparos contra uma casa lotérica e incendiaram um automóvel no acesso à Estrada Municipal São Miguel Arcanjo - Itapetininga para dificultar a perseguição. Até as 10 horas, nenhum suspeito tinha sido preso.

O último ataque a banco na cidade aconteceu em 2016, quando uma quadrilha explodiu uma agência da Caixa Econômica Federal. Conforme a Secretaria da Segurança Pública do Estado, os assaltos a banco estão diminuindo. De janeiro a julho deste ano, foram registrados 37 casos, enquanto no mesmo período do ano passado foram 62. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.