Homens armados invadem casa e matam dono de jornal em Ibitinga

Polícia Civil, que investiga o caso, ainda não tem pistas sobre a autoria do crime

Claudio Dias, estadão.com.br,

17 de outubro de 2010 | 16h35

O jornalista Wanderlei dos Reis, de 42 anos, foi baleado por três homens armados dentro da própria casa no Centro de Ibitinga, a 347 quilômetros de São Paulo, no sábado à noite. Ferido, ele morreu na manhã deste domingo. Reis era dono do Jornal Popular News, uma publicação periódica e gratuita na cidade, voltado basicamente à política. A Polícia Civil investiga o caso ainda não tem pistas sobre a autoria do crime.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO) da Polícia Militar, durante à noite de sábado, Móises Fernandes da Silva, 20, que morava na mesma casa com o jornalista, escutou um homem chamando por Reis. Ao sair no portão, encontrou três homens que o seguiram e fizeram ele e o jornalista reféns dentro de um quarto. Inicialmente, segundo a polícia, pensaram tratar-se de um roubo. Depois, a situação mudou.

Tanto o jornalista quanto o colega foram agredidos fisicamente e trancados dentro de um quarto. Minutos depois, a porta do cômodo foi aberta e o jornalista retirado a força pelos criminosos. Wanderley dos Reis foi levado até a cozinha. O delegado Carlos Ocon de Oliveira, de Ibitinga, diz que um dos homens disparou um tiro na perna de Reis. A bala acertou a artéria femoral. Ele foi socorrido e morreu no hospital.

"Ainda estamos investigando e é prematuro saber o motivo do crime. Não sabemos se é por coisas pessoais ou pelo fato dele ser dono deste jornal", diz o delegado não acreditando em latrocínio . A polícia também não sabe se o tiro era apenas um susto e a morte foi ocasional. O depoimento da única testemunha não foi revelado. Reis foi morto com um tiro de pistola semi-automática calibre 380.

Tudo o que sabemos sobre:
dono de jornalJornal Popular News

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.