Homem suspeito de estuprar menina de 4 anos é preso na zona sul de SP

Duas crianças ficaram desaparecidas e, ao retornarem, uma delas contou que havia sido abusada sexualmente; estuprador confessou crime

Bruno Lupion, do estadão.com.br,

17 Janeiro 2011 | 02h39

SÃO PAULO - Um porteiro de 44 anos foi preso no sábado, 15, suspeito de obrigar uma menina de 4 anos a praticar sexo oral no Jardim Saúde, zona sul da capital. Ele foi preso pelo crime de estupro e, segundo a polícia, teria confessado.

 

Policiais militares que atenderam a ocorrência contaram na delegacia que, durante patrulhamento na Rua Angustura, foram chamados por duas mulheres informando que suas filhas, uma de 4 e outra de 5 anos de idade, ficaram desaparecidas por algum tempo e, ao serem encontradas, uma delas contou que fora abusada sexualmente.

 

Segundo a denúncia, as meninas foram encontradas no quintal de uma casa, onde o suspeito as convidou para entrar, oferecendo frango assado. Na ocasião, o porteiro teria deixado a menina de 5 anos na sala enquanto levou a mais nova até o quarto, onde teria obrigado a menina a praticar sexo oral.

 

Segundo a PM, as crianças foram ouvidas e confirmaram a versão das mães. Policiais foram até a casa do suspeito e o questionaram sobre o ocorrido, quando ele teria confessado e acabou preso em flagrante.

 

O caso foi registrado no 16º Distrito Policial, na Vila Clementino, onde o delegado requisitou exame de corpo de delito para a criança, bem como encaminhamento ao Projeto Bem Me Quer, do Hospital Pérola Byington, na Bela Vista, centro da capital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.