Homem suspeito de estuprar menina de 4 anos é preso na zona sul de SP

Duas crianças ficaram desaparecidas e, ao retornarem, uma delas contou que havia sido abusada sexualmente; estuprador confessou crime

Bruno Lupion, do estadão.com.br,

17 de janeiro de 2011 | 02h39

SÃO PAULO - Um porteiro de 44 anos foi preso no sábado, 15, suspeito de obrigar uma menina de 4 anos a praticar sexo oral no Jardim Saúde, zona sul da capital. Ele foi preso pelo crime de estupro e, segundo a polícia, teria confessado.

 

Policiais militares que atenderam a ocorrência contaram na delegacia que, durante patrulhamento na Rua Angustura, foram chamados por duas mulheres informando que suas filhas, uma de 4 e outra de 5 anos de idade, ficaram desaparecidas por algum tempo e, ao serem encontradas, uma delas contou que fora abusada sexualmente.

 

Segundo a denúncia, as meninas foram encontradas no quintal de uma casa, onde o suspeito as convidou para entrar, oferecendo frango assado. Na ocasião, o porteiro teria deixado a menina de 5 anos na sala enquanto levou a mais nova até o quarto, onde teria obrigado a menina a praticar sexo oral.

 

Segundo a PM, as crianças foram ouvidas e confirmaram a versão das mães. Policiais foram até a casa do suspeito e o questionaram sobre o ocorrido, quando ele teria confessado e acabou preso em flagrante.

 

O caso foi registrado no 16º Distrito Policial, na Vila Clementino, onde o delegado requisitou exame de corpo de delito para a criança, bem como encaminhamento ao Projeto Bem Me Quer, do Hospital Pérola Byington, na Bela Vista, centro da capital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.