Homem suspeito de estuprar afilhada é executado com dez tiros em Diadema

Pedreiro foi levado por dois homens em um veículo até o Jardim das Nações, onde foi assassinado

Bruno Lupion, do estadão.com.br

31 Março 2010 | 09h13

Um homem foi executado com dez tiros, dos quais seis na cabeça, na noite desta terça-feira, 30, em Diadema, região metropolitana de São Paulo. Algumas horas antes, ele havia sido denunciado pelo suposto estupro de sua afilhada, de dez anos de idade.

 

Segundo testemunhas, Wilson Pedro Barbosa, 33 anos, pedreiro, natural de Paudalho (PE), foi rendido e levado por dois homens em um veículo até a Rua Bolívia, no Jardim das Nações, onde acabou assassinado por volta das 23 horas. O crime foi registrado pelo delegado Júlio Siqueira Gomes, do 1ºDP de Diadema.

 

No mesmo dia, pela manhã, a companheira de Wilson compareceu à Delegacia de Defesa da Mulher para denunciá-lo pelo estupro continuado de sua filha. O casal morava junto há quatro anos, na Favela da Coca, em Diadema.

Mais conteúdo sobre:
São PauloDiademaassassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.