Homem se mata após assassinar ex-namorada no interior de SP

Garota estava com amigo quando foi surpreendida por ex em moto; os dois foram alvejados com tiros na cabeça

Maria do Carmo Pagani, especial para O Estado, O Estado de S. Paulo

12 Maio 2014 | 11h58

Campinas - Um duplo homicídio, seguido de suicídio, chocou os moradores de Rio Claro, no interior paulista. Adelson de Morais Lima, de 25 anos, matou a tiros a ex-namorada, Gabriele de Assis Cassemiro, de 14 anos, e Bruno Aparecido Rebechi, de 21 anos, amigo da garota, e, em seguida se suicidou. A tragédia ocorreu no início da noite de domingo, 11, no bairro São Miguel.

 

Segundo o delegado Luiz Fernando Gonçalves Fraga, da Central de Polícia Judiciária de Rio Claro, a versão de uma garota de 16 anos que acompanhava Gabriele e Bruno é que o grupo caminhava pela Avenida 72 quando foi abordado por Adelson, que estava em uma moto e portava um revólver calibre 38.

 

O rapaz começou a agredir a ex-namorada. Ao tentar defendê-la Bruno teria sido agredido por Adelson, que lhe desferiu um golpe na boca e, em seguida, um tiro na nuca. Gabriele teria tentado fugir, mas foi seguida pelo ex-namorado que, em seguida, a atingiu com um tiro na cabeça e outro no rosto. A garota chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada na Santa Casa de Rio Claro. O agressor se matou a dois quarteirões do local onde havia praticado os homicídios.

 

De acordo com o delegado, pelo depoimento da adolescente que acompanhava o grupo, fica claro que ciúme foi a motivação do crime. "A testemunha disse que Gabriele falava sempre que, por não querer reatar o namoro, Adelson a vinha perseguindo há algum tempo".

Mais conteúdo sobre:
Rio ClaroHomicidioviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.