Homem que quebrou imagem em igreja é detido no interior de SP

Conhecido como 'Shaolin', ele pode pegar até um ano de prisão ou ser condenado à multa

Marcela Gonsalves, estadão.com.br

06 Julho 2011 | 17h07

SÃO PAULO - O homem que invadiu uma igreja durante um culto religioso na cidade de Igarapava, no interior de São Paulo, e atirou a imagem de Nossa Senhora Aparecida no chão foi detido na manhã desta quarta-feira, 6. Ele foi apresentado à delegacia e ouvido pela polícia, mas por causa do tipo de crime acabou liberado.

 

O episódio aconteceu na noite de domingo, 3, por volta das 21h. A estátua ficou destruída. Segundo informações da Polícia Militar do município, o homem é conhecido como "Shaolin". As câmeras do circuito interno da igreja matriz de Igarapava registraram o momento em que o homem entrou na igreja.

 

A atitude assustou os quase 200 fiéis que acompanhavam a missa. O frei da paróquia, Edimilson Oliveira da Cunha, conteve o público e chamou a polícia. O homem, no entanto, acabou fugindo.

 

"Shaolin" pode pegar até um ano de prisão ou ser condenado à multa por vandalismo contra objeto de culto religioso, de acordo com o artigo 208 do Código Penal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.