Homem que pulou do prédio da TAM no dia do acidente terá alta

Funcionário da TAM Express deixa o hospital 50 dias após o choque do Boeing com o prédio da empresa

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

05 de setembro de 2007 | 14h45

O funcionário da TAM Express Valdinei Nascimento Muricy, de 33 anos, deverá ter alta nesta quarta-feira, 5, após ter ficado internado por 50 dias. Muricy pulou do terceiro para o segundo andar do prédio da TAM no dia do acidente com o Boeing da empresa, que se chocou com o prédio e causou a morte de 199 pessoas, em 17 de julho. Desde o acidente, Muricy estava internado no Hospital Santa Bárbara. De acordo com informações do hospital, ele aguarda apenas o preparação do home care, no quarto de hotel onde ficará hospedado para deixar o hospital. O funcionário da TAM ainda não se locomove sozinho e consegue apenas ficar sentado na cama, mas conversa normalmente. Ele passou por quatro cirurgias, três para reparação de fraturas no ombro, fêmur e cotovelo, e uma cirurgia plástica. 

Tudo o que sabemos sobre:
vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.