Homem que mantinha a mãe refém é detido na zona sul de São Paulo

Ela foi liberada aparentemente sem ferimentos; filhos do suspeito também ficaram em cárcere após ele agredir a mulher

Ítalo Reis e Solange Spigliatti, do estadão.com.br, atualizado às 14h49

02 Março 2012 | 12h53

SÃO PAULO - Policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) invadiram na tarde desta sexta-feira, 2, a casa onde um homem mantinha a própria mãe refém na região do Grajaú, na zona sul de São Paulo. Segundo informações da Polícia Militar, a vítima foi libertada e o suspeito, detido.

O cárcere começou no meio da manhã, quando o homem ainda não identificado tentou estrangular a esposa, que também foi esfaqueada. Ela foi socorrida para o Hospital Balneário São José. Ainda não há informação sobre o estado de saúde da vítima.

Com a chegada da polícia, por volta do meio-dia, o suspeito manteve a mãe e os dois filhos reféns na residência localizada na Rua Nereu Bertini Magalhães. Os agentes do Gate cercaram o local e começaram, então, a negociar a libertação das vítimas.

Aproximadamente 12h45, as duas crianças foram liberadas e levadas para atendimento por conselheiros tutelares. Por volta das 14h45, o Gate invadiu a casa e conseguiu libertar a mãe do suspeito e prendê-lo, de acordo com o tenente da PM Felipe Andrade.

A mulher, aparentemente bem, segundo informações do tenente Felipe, que acompanhava a ocorrência, foi atendida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e seria levada para o 85º Distrito Policial (Jardim Mirna). O suspeito também seria encaminhado à delegacia.

Viaturas da PM, Corpo de Bombeiros, Gate e Samu estiveram no local para o atendimento da ocorrência.

Mais conteúdo sobre:
Refém sequestro Grajaú PM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.