Paulo Liebert/AE
Paulo Liebert/AE

Homem morre e 11 ficam feridos após laje de prédio do governo de SP desabar

Bombeiros enviaram nove viaturas para Vila Nova Cachoeirinha; causa do acidente será apurada

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

12 de janeiro de 2012 | 16h07

O texto foi atualizado às 20h27.

SÃO PAULO - Um homem morreu e onze pessoas ficaram feridas no desabamento da laje de um prédio em construção na tarde desta quinta-feira, 12, na Avenida General Penha Brasil, no bairro Vila Nova Cachoeirinha, zona norte de São Paulo. O acidente aconteceu por volta das 15h20 na altura do número 2.555 da via.

O edifício que desabou pertence à Secretaria de Estado da Cultura. A unidade da Fábrica de Cultura seria inaugurada em abril. Uma equipe de engenheiros da pasta está no local. O projeto - com espaço para ateliês e espetáculos - já está em funcionamento em três unidades: em Itaim Paulista, na Vila Curuçá e em Sapopemba.

A laje desabou de uma altura de aproximadamente 27 metros e atingiu 12 funcionários. No momento do acidente, era feita a concretagem da cobertura do edifício. Cerca de 60 homens trabalhavam na obra. Os operários foram resgatados dos escombros e encaminhados para o Hospital Cachoeirinha. Não há detalhes sobre o estado de saúde deles.

O Corpo de Bombeiros enviou nove viaturas para o local. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) auxiliaram nos trabalhos de resgate. O helicóptero Águia, da Polícia Militar, também prestou apoio.

No momento do acidente chovia na região. As causas do desabamento serão investigadas. A área permanece isolada devido ao risco de desabamento que existe no local. A Defesa Civil fará uma vistoria no edifício para avaliar a estrutura do edifício e decidir se o imóvel ficará interditado.

Em nota, a Secretaria de Estado da Cultura lamentou o acidente e determinou ainda que a empreiteira Ubiratan dê total atendimento aos feridos e preste amparo à família de Nivaldo Rodrigues da Silva, funcionário morto no acidente.

A equipe técnica da Secretaria fará um laudo com auxílio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-SP) para apurar as responsabilidades do acidente.

Tudo o que sabemos sobre:
desabamentolajezona norteSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.