Google Street View/Reprodução
Google Street View/Reprodução

Homem morre atropelado após reagir a assalto na zona norte de SP

Silvio Luis Toledo Leite, de 44 anos, foi arremessado do carro pelos criminosos e atingido por outro veículo

Sara Abdo e Felipe Resk, O Estado de S.Paulo

17 Agosto 2017 | 06h41
Atualizado 17 Agosto 2017 | 15h30

SÃO PAULO - O empresário Silvio Luis Toledo Leite, de 44 anos, morreu atropelado após reagir a um assalto e ser arremessado do carro na Rodovia Fernão Dias, na zona norte da capital paulista, na noite desta quarta-feira, 16. A vítima estava com a esposa de 36 anos na hora do crime. Até o momento, ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o crime aconteceu na altura do quilômetro 79 da Fernão Dias, no sentido Belo Horizonte. Por volta das 21h40, Leite, que dirigia uma Land Rover Freelander, saiu de um posto de serviços, mas o veículo acabou fechado por um Honda Fit, de cor cinza. Os criminosas deram marcha à ré e atingiram o automóvel do casal. 

Após a colisão, o empresário desceu e foi surpreendido por dois suspeitos, que anunciaram o assalto. Os criminosos entraram no veículo das vítimas, mas Leite reagiu e tentou arrancar um dos assaltantes de dentro do carro.

O criminosos arrancaram e o empresário acabou arremessado, caindo sobre a terceira faixa da rodovia. Um carro ainda não identificado atropelou a vítima na sequência. "O resgate da concessionária tentou reanimar o homem, mas em vão", afirma a PRF, em nota.

Os ladrões conseguiram fugir com o veículo do casal. A PRF realizou buscas na região, mas ninguém foi encontrado. O caso é investigado pelo 73.º Distrito Policial (Jaçanã).

Em nota, a PRF afirma que, no momento do crime, realizava uma ação conjunta com a Polícia Civil, no quilômetro 65 da Fernão Dias. "Ao tomar conhecimento do fato, deslocou-se imediatamente para o local", diz a Polícia Rodoviária.

"Ciente de que há problemas de segurança na região metropolitana de São Paulo, a PRF trabalha diuturnamente no combate ao crime, e, realiza constantemente operações conjuntas com as outras forças de segurança pública, a fim de coibir crimes nas rodovias federais e seus entornos", afirma a nota.

Ainda segundo a PRF, neste ano, foram detidas 115 pessoas na Fernão Dias, além de 11 armas de fogo apreendidas e 53 veículos recuperados. A Polícia também apreendeu, no período, 208,6 quilos de maconha, 70,4 quilos de cocaína, 14,9 quilos de crack, e 8 mil pontos de LSD na Rodovia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.