Homem mata ex-namorada a tiros em Guaíra e dois são presos

Autor do crime tentou fugir de moto e foi detido; amigo que deu a arma também foi preso no interior de SP

Brás Henrique, de O Estado de S. Paulo,

12 de setembro de 2008 | 12h53

O trabalhador rural Antonio Carlos de Jesus da Silva, de 23 anos, e o servente de pedreiro Bruno de Jesus Machado Alvarenga, de 18, foram presos em flagrante, na noite de quinta-feira, 11, pouco depois do assassinato da estudante Ana Paula Peixoto, de 17 anos. O crime ocorreu na casa da tia da adolescente, no bairro Miguel Fabiano, em Guaíra, na região de Ribeirão Preto. Ana Paula era ex-namorada de Silva, que invadiu a casa e fez os disparos. Dois tiros atingiram o abdome de Ana Paula, outro atingiu a mãe dela, Leonice da Silva Peixoto. Leonice está internada na Santa Casa de Barretos. Ana Paula morreu durante o socorro. Quando foi localizado, Silva tentou fugir de moto, mas bateu contra dois carros, o que facilitou a sua prisão. Alvarenga, que já tinha passagens pela polícia por outros delitos, estava com ele e foi detido por ter cedido a arma para Silva. Ambos estão na Cadeia de Guaíra e respondem por homicídio duplamente qualificado e por tentativa de homicídio, segundo o delegado do 1º DP, Cláudio Padovani Fiho. A polícia investiga o caso e o motivo do crime.

Tudo o que sabemos sobre:
assassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.