Homem mata dois irmãos em acerto de contas em Guarulhos

Tiago dos Reis confessou ser o autor dos disparos; ele revelou à polícia que tinha antiga rixa com os irmãos

03 de novembro de 2007 | 13h08

Alegando que estava sob ameaça de morte, Tiago Barbosa dos Reis, de 20 anos, tentou justificar a execução do ajudante geral Ednaldo Silva Santos, de 36 anos, e seu irmão, o serralheiro Geraldo da Silva Santos, de 31. Ambos foram assassinados por ele com vários tiros, no início da noite da última sexta-feira, , em Guarulhos, na Grande São Paulo. O crime ocorreu em área do 4º DP de Guarulhos, mas essa delegacia fica fechada durante a noite.   Policiais militares da Força Tática do 44º Batalhão estavam nas proximidades quando ouviram os estampidos e, pouco depois avistaram Tiago fugindo do local e colocando um revolver na cinta. Ele se entregou após ser abordado e confessou que disparou contra os irmãos Silva Santos.   As vítimas morreram antes que pudessem ser socorridas. Tiago revelou à polícia que tinha uma rixa antiga com os dois e afirmou que haviam ameaçado matá-lo.

Tudo o que sabemos sobre:
MorteGuarulhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.