Homem mantém mulher que conheceu na internet refém por uma semana

Vítima, que mora no Rio e é casada, foi conhecer o homem em São José dos Campos, em SP, e chegou a ser ameaçada com uma faca

Pedro da Rocha, Central de Notícias

11 de novembro de 2010 | 18h17

SÃO PAULO - Um vendedor autônomo, de 45, foi preso em flagrante, na manhã de hoje, 11, acusado de manter em cárcere privado, por uma semana, no Bairro jardim Colonial, em São José dos Campos, uma mulher, de 36 anos, que conheceu pela internet.

 

De acordo com a delegada Carla, da Delegacia da Mulher de São José dos Campos, a vítima, que mora no Rio de Janeiro e é casada, conheceu o homem pela internet e manteve contato por aproximadamente um mês. Eles então combinaram de se encontrarem e o suspeito foi buscá-la para que fossem à São José dos Campos.

 

Na cidade os dois jantaram, no dia 4, mas, segundo relato da mulher, não se deram bem. Quando ela quis ir embora o homem a manteve refém em casa, fazendo ameaças com uma faca e dizendo que iria se matar com calmantes enquanto ela estivesse na residência.

 

O suspeito fez a refém ligar para a família e dizer que tudo estava bem. Uma vizinha desconfiou, encontrou o suspeito na rede social Orkut e passou a manter contato, fingindo estar interessada em iniciar uma relação amorosa com ele. Quando conseguiu que seu endereço, foi à São José dos Campos e avisou à polícia.

 

Segundo a delegada, o detido não possuía antecedentes criminais. Preso em flagrante, o juiz da 3ª Vara de São José dos Campos irá definir se ele aguardará o julgamento em liberdade. O suspeito foi encaminhado para o Centro de detenção provisória (CDP) de Putim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.