Homem leva tiro nas costas após assalto em Guarulhos

O motorista José Faustino Neto, de 40 anos, estava acompanhado pela mãe e a irmã e errou o caminho quando buscava o filho no Aeroporto de Cumbica; eles não reagiram ao assalto

William Cardoso,

31 de dezembro de 2012 | 11h35

O motorista José Faustino Neto, de 40 anos, foi assassinado neste domingo durante um assalto na Estrada Água Chata, na Vila Dinamarca, em Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo. Ele estava acompanhado da irmã e da mãe e buscava o filho no Aeroporto de Cumbica.

Segundo a polícia, a família estava em um Ford Fiesta preto e se perdeu ao errar a saída para o aeroporto, entrando no trevo de Bonsucesso. Ao tentar retornar ao caminho correto, eles pararam em um semáforo na Estrada da Água Chata e foram abordados por dois homens armados.

Neto, a irmã dele (uma dona de casa, de 35 anos), e a mãe (zeladora, de 66) não reagiram ao assalto e se afastaram quando foram abordados pelos bandidos. Mesmo assim, um dos ladrões atirou contra o motorista, que foi baleado nas costas. A dupla fugiu levando o carro e os documentos das vítimas.

O motorista ainda foi socorrido com vida ao Pronto-Atendimento Maria Dirce, onde morreu. Até a manhã desta segunda-feira, os responsáveis pelo crime não tinham sido encontrados pela polícia. O caso foi registrado como latrocínio (roubo seguido de morte) no 4º Distrito Policial de Guarulhos.

Tudo o que sabemos sobre:
Cumbicaassaltolatrocíniomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.