Google Street View
Google Street View

Homem é morto durante assalto em Perdizes, na zona oeste de SP

Vítima de latrocínio foi baleada quando criminosos fugiam do local;

Gabriela Forte, O Estado de S.Paulo

03 de julho de 2022 | 14h52

Um homem de 38 anos foi baleado e morreu neste sábado, 2, durante um assalto em Perdizes, na zona este de São Paulo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a vítima, que seria corretor de imóveis, estava visitando um local na Avenida Sumaré quando foi abordado pelos dois criminosos, que anunciaram o assalto.

Os ladrões atiraram contra o homem durante a fuga. Ainda de acordo com a pasta, o celular da vítima foi levado pela dupla. 

As imagens das câmeras de segurança da região serão analisadas para auxiliar na investigação. O caso foi registrado como latrocínio no  91° DP (Ceasa) e encaminhado ao 23º DP (Perdizes), responsável pela área. 

De janeiro a maio deste ano, a capital paulista registrou 27 latrocínios (roubo seguido de morte), número igual ao dos cinco primeiros meses de 2021. Já no Estado, o total de latrocínios foi de 72, ante 73 no mesmo período do ano passado. Um dos casos que tiveram maior repercussão neste ano ocorreu com o jovem Renan Loureiro, de 20 anos, que morreu na frente da namorada em um assalto no Jabaquara, na zona sul paulistana. Ele foi baleado por um falso entregador, que depois foi preso. 

Já os registros de roubo subiram 7,24% no mês de maio no Estado de São Paulo na comparação com o mesmo período do ano passado. No caso dos furtos, o salto foi ainda maior: de 32,89%. O aumento ocorreu apesar do governo estadual ter lançado a Operação Sufoco, que reforça o policiamento nas ruas para coibir ladrões. Um dos focos da nova ofensiva é justamente identificar falsos entregadores, que têm sido responsáveis por roubos em várias regiões da capital. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.