Homem faz ato obsceno e apanha de mulheres

O pedreiro Messias Andrade dos Santos, de 48 anos, foi agredido ontem à noite por três mulheres por praticar ato obsceno em um ônibus que seguia de Presidente Venceslau a Presidente Prudente, no extremo oeste paulista. Ele viajava no último banco quando decidiu mexer com as passageiras. Elas não se intimidaram e começaram a bater nele. A agressão continuou no desembarque do terminal rodoviário de Presidente Prudente. A polícia foi chamada. O acusado deve passar por exame de corpo de delito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.