Homem é preso sob suspeita de invadir a mesma casa 32 vezes

Ele foi surpreendido por vizinhos e familiares de uma idosa que reside no imóvel em São Carlos, no interior paulista

Rene Moreira, Especial para O Estado

08 Junho 2015 | 15h11

FRANCA - Um homem suspeito de invadir a residência de uma aposentada 32 vezes acabou preso na noite deste domingo, 7, no interior do imóvel, em São Carlos. Ele foi flagrado por vizinhos e parentes da mulher de 77 anos, que assistia à televisão e nem viu quando o ladrão abriu o telhado e pulou para dentro da casa.

Familiares, no entanto, vinham monitorando a moradia, na Rua Marcolino Barreto, na Vila Elizabeth, após a série de invasões que começaram há seis meses. Eles notaram uma telha retirada da casa e entraram no local. O interior da residência estava todo revirado e o suspeito, um desempregado de 38 anos, juntando todo o que havia de valor.

A mulher contou que o bandido apareceu de uma vez e ficou perguntando onde estava o dinheiro. Quando os policiais militares chegaram ao imóvel uma enteada da vítima, com a ajuda do namorado e do vizinho, seguravam o suspeito, que tentou fugir do flagrante. Ele foi autuado por furto qualificado e recolhido ao Centro de Triagem de São Carlos.

Síndrome. A série de furtos e roubos sofridos pela mulher fez a polícia e familiares acreditarem que ela teria a chamada Síndrome de Estocolmo, que ocorre quando a vítima é submetida por um tempo prolongado a intimidação e passa a ter simpatia pelo seu agressor. Em um dos roubos a idosa foi amarrada e agredida pelo bandido, que no mês passado havia levado R$ 15 mil da residência. A polícia não divulgou os nomes dos envolvidos.

Mais conteúdo sobre:
São Carlos violência São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.