Pixabay/Arquivo
Pixabay/Arquivo

Homem é preso por matar ex a facadas após ela mudar de cidade para fugir dele

Criminoso descobriu que jovem de 20 anos estava na casa da avó por meio de post em rede social

Bibiana Borba, O Estado de S.Paulo

26 Setembro 2017 | 08h38

Um homem de 37 anos foi preso nesta segunda-feira, 25, por matar a ex-mulher, uma jovem de 20, que já havia se mudado de cidade para fugir das agressões dele. Luciano Borges da Silva foi até Juquiá, no litoral paulista, onde Jennifer Morais Belo estava hospedada na casa da avó. Ele invadiu a casa e a atacou com mais de 20 facadas na região do pescoço na tarde de domingo, 24, conforme a Polícia Militar (PM) do município.

Luciano ainda esfaqueou dois amigos da família que viram a movimentação, no bairro Vila Sanches, e tentaram detê-lo. Um deles foi atingido no braço e o outro na região do olho, e não correm risco de morte. Jennifer chegou a ser atendida em uma ambulância, mas não resistiu.

O casal morava em Guarulhos, se relacionou durante cerca de seis anos e tinha um filho de quatro anos. Ela chegou a registrar quatro boletins de ocorrência contra ele por agressões e foi morar com a mãe, havia alguns meses, na mesma cidade. Ainda ameaçada pelo ex, decidiu se mudar para a casa de outros familiares em Praia Grande, no litoral, em junho. 

O assassino não sabia onde Jennifer estava morando, mas descobriu que ela passava o final de semana em Juquiá através de um post em uma rede social, segundo o relato da polícia sobre o caso. Depois do crime, fugiu para uma mata e ficou foragido até a noite de segunda, quando foi preso tentando embarcar em um ônibus de volta para Guarulhos. 

A Polícia Civil já havia pedido prisão preventiva contra o criminoso. Ele deve ser indiciado por feminicídio, que tem pena prevista de reclusão de doze a trinta anos conforme o Código Penal, além de duas tentativas de homicídio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.