Polícia Militar do Estado de São Paulo
Polícia Militar do Estado de São Paulo

Homem é preso em Campinas por manter namorada em cárcere privado

Vítima era obrigada a escrever cartas dizendo que não fugiria mais e nem cometeria mais traição

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

22 Março 2017 | 17h01

SÃO PAULO - Um homem de 42 anos foi preso, na noite de terça-feira, 21, após manter a namorada de 18 anos em cárcere privado, em um apartamento, no Jardim Santa Clara do Lago, em Campinas, interior de SP. Segundo a polícia, a vítima, que tinha marcas de agressão, foi mantida presa por um mês. Ela também sofreu tortura psicológica.

Em nota, a Polícia Militar de São Paulo esclarece que a jovem relatou que era espancada e ameaçada frequentemente com uma arma de fogo. No local, foram encontrados objetos utilizados no espancamento e uma arma. A vítima era medicada para evitar a complicação dos ferimentos e para que a família dela não desconfiasse.

Na residência, a polícia também encontrou cartas em que o homem obrigava a namorada a escrever, diversas vezes, a frase "Nunca mais vou fugir e trair o meu marido".

O homem foi preso em flagrante e conduzido para a 2ª Seccional de Polícia de Campinas. Ele irá responder por cárcere privado, porte de arma ilegal e agressão.

Após receber atendimento médico, a jovem prestou depoimento na delegacia.

A denúncia do sequestro foi anônima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.