Homem é preso após se amarrar à ex-mulher em Sorocaba

Suspeito foi dominado com disparo de choque de uma pistola taser e tiro de borracha

José Maria Tomazela - O Estado de S. Paulo,

21 de maio de 2012 | 18h22

SOROCABA - Um pedreiro de 31 anos foi preso na madrugada desta segunda-feira, 21, no bairro Vitória Régia III, em Sorocaba, interior de São Paulo, depois de se amarrar à ex-mulher e ameaçar matá-la com facas presas às mãos. Ele manteve a mulher como refém durante mais de quatro horas, enquanto policiais militares tentavam contê-lo.

O homem foi dominado com disparo de uma pistola taser (arma de choque elétrico) e tiro de borracha. De acordo com a vítima, uma auxiliar de cozinha, o casal estava separado havia dois meses, mas o pedreiro não se conformava com a separação. Os policiais foram chamados para atender à briga do casal. Quando se aproximavam, o homem usou cordões para prender uma faca em cada mão e enrolou uma corda no pescoço da mulher.

Em seguida, passou a corda no próprio pescoço e se prendeu à vítima, ameaçando perfurá-la com as facas. A negociação se prolongou das 20 horas de domingo ao início da madrugada de ontem e teve a participação do Corpo de Bombeiros. Quando o pedreiro deu sinais de cansaço, a mulher o empurrou, livrou-se da corda e saiu correndo.

De acordo com a Polícia Militar, nesse momento o homem avançou contra os policiais e recebeu uma descarga da arma de choque. Como continuou avançando, foi derrubado com um tiro de borracha. O pedreiro foi autuado em flagrante pelos crimes de sequestro, cárcere privado, ameaça e resistência. As duas facas foram apreendidas.

Tudo o que sabemos sobre:
agressãopresotaserSorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.