Homem é preso após espancar companheira até a morte em SP

Policiais dialogavam com rapaz quando ele, num acesso de fúria, bateu com barra de ferro na cabeça da vítima

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

02 de dezembro de 2009 | 08h54

O ajudante R.G.S., de 43 anos, foi preso em flagrante em Perus, na zona norte de São Paulo, na tarde da última segunda-feira, 30, acusado de espancar sua companheira com uma barra de ferro, mesmo com a vítima caída no chão e sendo observado por policiais militares, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública.

 

O suspeito foi detido após vizinhos acionarem a polícia, devido à gritaria durante a briga do casal. De cima da laje de um dos vizinhos, os policiais dialogaram com o ajudante que dizia, aos gritos, que "está tudo bem".

 

Mas como ele não abria a porta, os policiais pularam no seu quintal, de onde, por meio de uma janela, viram uma mulher caída no chão, com ferimentos. Em seguida, o ajudante, num acesso de fúria renovada, bateu mais três vezes com a barra de ferro na cabeça da vítima caída - mesmo sabendo que era visto pelos policiais.

 

Os PMs arrombaram a porta e deram voz de prisão para R., que resistiu e teve de ser contido. A mulher foi socorrida e levada para o Pronto Socorro de Perus, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeespancamentocompanheiramorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.