Marcos Santos/USP Imagens
Marcos Santos/USP Imagens

Homem é preso após esfaquear e matar namorada em São Caetano

Crime foi registrado como homicídio qualificado com agravante de feminicídio

Marina Dayrell, O Estado de S.Paulo

03 Fevereiro 2019 | 15h52

Correções: 04/02/2019 | 11h18

SÃO PAULO - Um homem foi preso acusado de matar a namorada a facadas na madrugada de sábado, 3, em São Caetano do Sul, no ABC paulista.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública, a Guarda Civil Metropolitana foi chamada para atender uma ocorrência de violência doméstica, mas ao chegar ao local não havia ninguém.

Os agentes foram então informados que a médica veterinária Paula Patrícia de Mello, de 38 anos, e o namorado Givanilson Valdemir dos Santos, de 26, tinham sido levados para o Hospital Euryclides Zerbini.

Ao chegar no local, os guardas civis encontraram os dois dentro de um veículo Jeep Renegade. Paula estava ferida e inconsciente e Givanilson apresentava uma lesão na região do abdome. O marceneiro informou aos agentes que o casal havia sido vítima de um roubo, mas, posteriormente, confessou que esfaqueou a vítima após uma briga.

Paula foi encaminhada ao Hospital Mário Covas, em Santo André, para cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos. O agressor foi autuado em flagrante, mas, devido aos ferimentos, permanece internado sob escolta policial.

O crime foi registrado como homicídio qualificado com agravante de feminicídio.

Correções
04/02/2019 | 11h18

* Nota de correção: Paula Patrícia de Mello, de 38 anos, era médica veterinária e não técnica em veterinária, conforme divulgado anteriormente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.