Homem é preso ao aplicar golpe do falso sequestro em aposentada em SP

Criminosos exigiram R$ 400 para supostamente liberar a filha dela; taxista que levou aposentada ao ponto combinado avisou a polícia

Ricardo Valota, estadão.com.br

11 Abril 2012 | 01h38

SÃO PAULO - Um homem acusado de realizar o golpe do falso sequestro foi detido no final da noite de terça-feira, 10, por policiais militares do 2º Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), em um ponto de ônibus localizado na esquina da Rua Azurita com a pista local da Marginal do Tietê, no Canindé, zona norte da capital paulista.   No momento em que foi preso, o homem recolhia um saquinho plástico contendo R$ 400, valor extorquido de uma aposentada de 71 anos, moradora de Embu das Artes, na Grande São Paulo.

Acompanhada do marido, ao atender ao telefone em casa por várias vezes, a aposentada ouviu do outro lado da linha duas vozes, uma masculina e uma feminina. O criminoso, auxiliado por mulher que se passava por uma das filhas do casal e outro comparsa, disse que havia sequestrado a filha da idosa e que a vítima só seria liberada com o pagamento de R$ 400. O local da entrega do dinheiro foi combinado e a aposentada então pegou um táxi e dirigiu-se até o endereço. No caminho, o taxista, ao saber da história, resolveu parar e alertar policiais militares de uma viatura do BPTran.

 

A aposentada, com medo de que o criminoso notasse a presença da polícia e matasse a filha dela, desceu do táxi e correu, mas foi acompanhada de longe pelos policiais, que viram a idosa deixando um saquinho plástico no ponto de ônibus. No momento em que o suspeito, Décio Aparício Amâncio, chegou no ponto e pegou o dinheiro,  ele foi detido. Segundo a PM, o rapaz já tem passagem por roubo e, desta vez, seria autuado em flagrante por extorsão. O caso foi registrado no 8º Distrito Policial (Brás/Belém).

 

Os PMs entraram em contato com as filhas do casal e nada havia ocorrido com elas. Segundo a polícia, Décio nada conhecia sobre os aposentados, que foram escolhidos aleatoriamente.

Mais conteúdo sobre:
Sequestro estelinato golpe Embu das Artes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.